Análise da FEPICOP Revela Perdas Menos Significativas no Setor da Construção Civil

15 Julho, 2014.

Análise da FEPICOP Revela Perdas Menos Significativas no Setor da Construção Civil

A Federação Portuguesa da Indústria da Construção e Obras Públicas (FEPICOP) divulgou a sua mais recente análise de conjuntura do setor da construção, revelando uma queda de 6% no primeiro trimestre de 2014 relativamente ao mesmo período de 2013 e perspetivas mais favoráveis para o segundo semestre de 2014.

Segundo a FEPICOP, a recuperação no setor da construção permanece demorada, prevendo, apesar disso, um desenvolvimento positivo no segmento não residencial e da Engenharia Civil.
No segmento da Engenharia Civil registou-se um crescimento homólogo trimestral de 61,3%, observado no montante das obras lançadas a concurso, e de 16,8% no valor dos contratos celebrados, após o decréscimo anual de 20% apurado no valor global dos concursos adjudicados em 2013.

Nos primeiros quatro meses do ano o “licenciamento habitacional caiu 14% (-34% em 2013), a área licenciada 15% (-30% em 2013) e também as licenças emitidas para reabilitação regrediram 3,7% (-23,5% em 2013)”. No entanto, os dados do primeiro trimestre de 2014 apontam para um “aumento da área licenciada para a construção de Edifícios Não Residenciais, com destaque para os espaços industriais, com fins comerciais e para a agricultura, na ordem dos 26%, em forte contraste com a quebra anual de 5% registada no total de 2013”.

Fonte: FEPICOP | Imagem: via Cornell (ilustrativa-adaptada)






Indústria da Construção Perde Mais de 70 mil Empregos
Autoridade para as Condições do Trabalho Deteta Graves Irregularidades em Estaleiros de Obras
Estradas de Portugal Anuncia Concursos Públicos para a Autoestrada do Marão

         
         

Comentar

* Obrigatório